- Belung Magazine
Este site usa cookies para melhorar sua experiência de navegação. Ao usar este site, você concorda com o uso deles. OK, eu concordo Mais informações

View other editions

Doentes recomendam programa de capacitação na FPI

Talvez já frequente um grupo de apoio para doentes com FPI e esteja a partilhar as suas experiências. Ou talvez não frequente e esteja a perguntar-se se seria de todo útil. Recentemente, investigadores holandeses demonstraram que um curto programa de capacitação para a fibrose pulmonar idiopática (FPI) dirigido aos doentes e aos seus parceiros, focado no modo como lidar com esta doença pulmonar devastadora, gerou resultados bastante positivos!

patient-support-belungmagazine

É amplamente reconhecido que os doentes com FPI necessitam de melhores recursos informativos, educação sobre a doença e grupos de apoio. Num hospital universitário na Holanda, investigadores determinaram o efeito de um curto programa de capacitação sobre a qualidade de vida de doentes com FPI e seus parceiros. É de destacar que o programa foi co-desenvolvido com doentes e especialistas multidisciplinares. O programa era composto por três reuniões, nas quais os doentes com FPI e os seus parceiros partilharam experiências e aprenderam uns com os outros.

Os parceiros preencheram um questionário sobre a qualidade de vida especificamente concebido para eles

Os doentes com FPI e os seus parceiros que participaram foram divididos em dois grupos: um que frequentou e outro que não frequentou estas reuniões. Foi solicitado a todos eles que preenchessem vários questionários diferentes no início do programa e novamente após três semanas e após três meses. Os questionários abordavam temas como a ansiedade e a depressão, o stress e os conhecimentos sobre a FPI, bem como o respetivo estado de saúde. Igualmente, os parceiros preencheram um questionário sobre a qualidade de vida especificamente concebido para eles. Os resultados dos questionários preenchidos pelos doentes e parceiros que frequentaram as reuniões foram comparados com os dos doentes e parceiros que não frequentaram as reuniões.

No final, frequentar o programa de apoio teve um efeito positivo no bem-estar dos doentes com FPI e dos seus parceiros. Uma vez que o programa consistia em grupos pequenos, foi encorajada a interação pessoal. Os doentes que participaram nestas reuniões consideraram‑nas «informativas, úteis e encorajadoras» e recomendá-las-iam indubitavelmente a outros.

Frequentar o programa de apoio teve um efeito positivo no bem-estar dos doentes com FPI e dos seus parceiros

Referências:
v
an Manen MJG, van ’t Spijker A, Tak NC, et al. Patient and partner empowerment programme for idiopathic pulmonary fibrosis. Eur Respir J 2017; 49: 1601596 [https://doi.org/10.1183/13993003.01596-2016].


disclaimer
PM/INS-181010_jun2018